Ford EcoSport reestilizado nos EUA Visual aparece primeiro no mercado americano, mas chega antes ao Brasil. É a primeira alteração importante da 2ª geração, lançada em 2012.

10 / janeiro / 2017

O EcoSport mudou –por enquanto, só nos Estados Unidos, onde ainda nem é vendido. A nova “cara” do SUV desenvolvido no Brasil apareceu no Salão de Los Angeles, em novembro passado, e voltou aos holofotes no Salão de Detroit, nesta segunda-feira (9). O G1 mostra, em detalhes, o que mudou.

A grande diferença para quem está acostumado ao modelo como é vendido no Brasil é a falta do estepe na traseira. Mas essa característica, bem desatualizada –olhe os SUVs lançados nos últimos anos– só continua existindo no EcoSport em alguns mercados. Quando o modelo foi lançado na Europa, o pneu já não ficava mais exposto.

As novidades mesmo estão principalmente na frente, sobretudo no redesenho da grade. Esta é a primeira mudanças importante no visual do SUV desde 2012, quando chegou à segunda geração e se tornou um produto global.

Outro ponto de mudanças profundas é o interior, criticado no modelo europeu pela simplicidade e qualidade de materiais.

O SUV ganhou a central multimídia Sync3 com tela sensível ao toque de 8 polegadas e conectividade com os sistemas Android Auto e Apple CarPlay.

Apesar de os EUA terem recebido primeiro o EcoSport reestilizado, ele só vai estrear naquele mercado no ano que vem. Ele vai chegar antes ao Brasil, ainda neste ano; mas não se sabe se ele vai seguir todas as características do americano.

ecosport